fbpx
Procurando por algo?

I Encontro do Programa de Formação de Professores

Evangelina Noronha em seu momento de fala, ao lado dos gestores do Parfor, na UFMA

Na manhã desta segunda-feira, 10, foi realizado o I Encontro do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), em São Luís, “Desafios e Perspectivas na Formação de Educadores”, promovido pela Diretoria de Ações Especiais (Daesp) da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). O encontro avaliou os projetos em andamento nos 23 municípios maranhenses, além de reforçar as parcerias existentes e melhorar o desenvolvimento deles.

A Fundação Sousândrade (FSADU) apoia as ações do Parfor e a diretora-presidente Evangelina Noronha fez parte da mesa de abertura do evento. “O que pudermos fazer para apoiar a educação, nós faremos”, afirmou a presidente.

Também houve a apresentação da nova equipe da Daesp, composta agora pela professora Lorena Carvalho, diretora de Ações Especiais, e pelo professor José Carlos de Melo, coordenador do Parfor.

A diretora falou do objetivo do programa a ser implantado em cada município. “Nós buscamos atender os professores da rede pública em relação à formação e atuação deles em sala de aula. Hoje o foco é debater as demandas que o município vem apresentando para vermos onde podemos melhorar”, pontuou.

A secretária de Educação de Urbano Santos, Nilma Sodré, ressaltou os benefícios proporcionados pelo Parfor. “É uma satisfação poder participar dos programas ofertados em parceria com a UFMA. Sempre notamos uma enorme diferença, visto que essas iniciativas beneficiam professores e, consequentemente, aumenta o nível de aprendizagem dos alunos”, destacou.

O Parfor conta com 45 turmas, distribuídas em 23 municípios: Apicum-Açu, Bom Jesus das Selvas, Buriti Bravo, Buriticupu, Codó, Cururupu, Estreito, Grajaú, Governador Nunes Freire, Jenipapo dos Vieiras, Lago da Pedra, Lago do Junco, Lagoa Grande do Maranhão, Matões do Norte, Monção, Urbano Santos, Maracaçumé, Pio XII, Peri-Mirim, Poção de Pedras, Santa Luzia do Maranhão, Sítio Novo e Santa Inês.

*Com informações do Portal da UFMA