fbpx
Procurando por algo?

Promotora Doracy Reis é cidadã ludovicense

A Câmara Municipal de São Luís entregou, na tarde desta quarta-feira (11), o título de cidadão ludovicense a promotora de Justiça titular da 1ª Promotoria de Fundações e Entidades de Interesse Social da Capital, Doracy Moreira Reis Santos. A solenidade foi proposta pelo vereador Paulo Victor (PTC) e aprovada por unanimidade pelos demais parlamentares.

A sessão solene foi dirigida pelo presidente do Legislativo Municipal, vereador Osmar Filho (PDT), tendo como primeiro secretário o autor da proposição, e o vice-presidente da Câmara, Astro de Ogum, como segundo secretário. O evento contou com a participação de representantes do executivo Municipal, Ministério Público, entidades do terceiro setor, população de São Luís e vereadores e vereadoras. A diretora-presidente da Fundação Sousândrade, Evangelina Noronha, prestigiou o evento.

Doracy Reis e Evangelina Noronha 

Segundo o vereador Paulo Victor, a escolha da outorga do título à Doracy Reis foi um acerto, porque ela exerce um excelente trabalho em São Luís. “Sou um grande observador do trabalho dela. Estou feliz em fazer com que a Casa Legislativa conceda esse título. A marca principal desta homenagem é o que Doracy carrega no peito, que é o princípio da humanidade. Esse é o principal legado que ela carrega e demonstra para todos nós cidadãos de São Luís”, frisou.

Para o presidente da Associação do Ministério público do Maranhão, Tarcísio Bonfim, o reconhecimento do trabalho da promotora é um incentivo. “Nós, os servidores públicos, somos remunerados para servir o povo. A promotora traz nas suas ações a capacidade de lutar. Ela entende que o hoje é o dia de trabalharmos e amarmos mais para fazer uma sociedade mais justa. Ela cumpre esse papel com sabedoria”, destacou.

De acordo com o vereador, Gutemberg Araújo (PRTB), uma das funções da Câmara é reconhecer as pessoas que fazem algo de importante para a cidade. “Quero externar as boas vindas para nova cidadã de São Luís. Doracy merece esse título, porque temos que honrar não só as pessoas que nasceram aqui, mas também aqueles que chagaram, amaram e fizeram desta cidade a sua casa” argumentou.

Para o promotor de Justiça da Infância e da Juventude, Márcio Tadeu, Doracy surpreende a cada momento e isso é uma característica própria dela. “A gratidão é a virtude das almas nobres e a promotora é uma prova viva, não só por compartilhar esse momento com tanta gente, mas pelo trabalho que desempenha na sociedade. A promotora cumpre o papel fundamental do Ministério Público, que é mostrar que todos são importantes,” relatou.

Segundo a nova cidadã de São Luís, Doracy Reis, hoje é um dia reafirmar o compromisso de realizar a missão em que foi desempenhada, que é servir a população ludovicense. “Estou extremamente honrada, porque agora sou conterrânea de Ferreira Gullar, Nauro Machado, Graça Aranha, Maria Aragão, Alcione Nazaré, entre tantas outras pessoas que fazem parte da história desta linda cidade. É uma honra ser reconhecida como cidadã da gloriosa Atenas Brasileira”, exclamou.

Doracy Reis nasceu em Penalva, interior do Maranhão. Quando tinha dois anos, com os pais mudou-se para Pindaré e mora em São Luís desde os cinco anos. Em 1979, foi aprovada em um concurso público para a Polícia Federal, onde trabalhou por 14 anos, à época, ela já era acadêmica do curso da UFMA. Passou seis anos morando em Guajará-Mirim (RO), na fronteira Brasil-Bolívia

Há 25 anos atua no Ministério Público. Doracy foi responsável por quatro comarcas em São Luís e já respondeu por outras dez em todo o estado, atuando em cidades como Loreto, Esperantinopólis, Brejo, Chapadinha, Itapecuru, Vargem Grande, Santa Quitéria, entre outras, sempre exercendo com maestria e paixão a profissão de promotora de justiça.

Em São Luís, foi titular da 16ª Promotoria de Justiça Criminal de Execução Penal e presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem). Atualmente, ela é titular da 1ª Promotoria de Fundações e Entidades de Interesse Social da Capital.

Fonte: Câmara Municipal de São Luís

Foto: Handson Chagas