Procurando por algo?

Musical do PASS fez sucesso em dois dias no TAA

Temporina com Maria Metade: personagens interpretadas por alunas do PASS

O diretor do curso de Teatro e Dança do Programa de Atenção Social Sousândrade (PASS), Josué da Luz, era só sorrisos no último dia (29.11) do musical Temporina já foi menina?, no Teatro Arthur Azevedo (TAA). O espetáculo foi patrocinado pela Vale, por meio do Ministério da Cultura, com 35 artistas, entre alunos do curso do PASS e do coral infantil do colégio Dom Bosco.

Temporina já foi menina? é uma adaptação da coleção Presente de Vô, do grupo mineiro Ponto de Partida, e trata-se de um musical sobre uma senhora que perdeu as memórias da infância e adolescência e, consequentemente, perdeu sua cor. Ela tenta, então, resgatar as lembranças com auxílio dos netos e de outras crianças. “A cada vez que uma memória é resgatada, como na imagem da banda na praça, do primeiro namorado, ela vai recuperando sua cor. É muito emocionante”, diz o diretor geral do espetáculo em São Luís, Josué da Luz.

Diretor Josué da Luz ao final do espetáculo 

“Foram meses de ensaios, mas valeu a pena. Ficamos muito felizes com o resultado e recebemos propostas para apresentações futuras”, diz o diretor, que ao final agradeceu à patrocinadora Vale e à parceria do Dom Bosco que, além dos alunos, cedeu a direção musical de Paulo Cardoso e coreografia de Rebeca Carneiro.

 

 

Confira as fotos: